BARRA BONITA REGIÃO Natasha Rodrigues

Dengue na Região Preocupa e Barra Bonita Reforça Cuidados

Na região, Bauru decretou estado de emergência e cuidados são reforçados

O verão é uma das estações que mais requer cuidados por conta das chuvas e temperatura alta que podem, como resultado, aumentar a proliferação do mosquito Aedes Aegypti.

Dengue na Região Preocupa e Barra Bonita Reforça Cuidados

Só em Bauru, são mais de 775 casos de dengue confirmados só este ano, o que levou a cidade universitária decretar estado de emergência.

Barra Bonita, também tem tomado precauções quando o assunto é mosquito da dengue.

Segundo a Prefeitura, as residências da cidade têm recebido visita dos agentes.

Além disso, a Secretaria de Saúde conta com uma equipe de controle de vetores que, quando necessário, trabalham na eliminação das larvas do mosquito.

São, portanto, 8 agentes que, diariamente percorrem as casas.

Em 2018 foram registrados em Barra Bonita, 37 casos suspeitos, no entanto, todos negativos.

Enquanto que, neste ano, até o momento foram 7 casos suspeitos de dengue, dos quais, 5 negativos e 2 aguardam resultado.

Nilson Ereno, secretário de saúde, explica:




“De janeiro a maio, a transmissão pode ocorrer com maior intensidade;

É quando o desenvolvimento do mosquito é mais rápido, assim como a transmissão;

Os ovos podem permanecer grudados nos recipientes por 450 dias;

Nos seres humanos, a permanência do vírus incubado pode durar de três a quinze dias”.

Veja os cuidados na prevenção:

  • Use terra em pratinhos usados nas plantas – lavá-los duas vezes por semana com bucha e sabão.
  • Guardar pneus em lugares cobertos;
  • Desobstruir as calhas, visando o não entupimento das mesmas;
  • Limpar os ralos de água pluvial;
  • Tampar os recipientes utilizados para armazenamento de água;
  • Lavar os baldes duas vezes na semana e quando for trocar a água;
  • Fechar qualquer espaço existente nas lavanderias usadas como tanque;
  • Retirar entulhos – desde brinquedos abandonados no quintal até capacetes de motos descartados de maneira irresponsável;
  • Cuidados com lixeiras e sacos abertos em locais incorretos.

Se alguém apresentar sintomas de febre, dor de cabeça e dor no corpo deve procurar imediatamente uma unidade de saúde.

 

Vector News | Informações Prefeitura de Barra Bonita | Por Natasha Rodrigues

Sobre o autor | Website

Redatora, 23 anos, reside em Barra Bonita. Atuou em diversas áreas do Jornal Impresso, além de Produção de Vídeo, Gestora de Mídias Sociais e Colunista Social, posteriormente em Revista Local, hoje, Consultora em Marketing e Redatora na Vector News.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!