REGIÃO Natasha Rodrigues

Acidente em Rodovia Mata Jovem de 24 Anos

Jovem de 24 anos morreu em acidente na Jaú/Dois Córregos

Acidente na rodovia Jaú/Dois Córregos, na terça-feira (15) terminou com a morte da jovem de 24 anos, Analice dos Santos Reis.

Jovem de 24 anos morre em acidente

Analice, residia no Jardim Padre Augusto Sani.

Segundo as informações de policiais no local, Analice pilotava a motocicleta, levando na garupa o marido, Marcelo Ricardo Marineli.

Eles trafegavam no sentido Dois Córregos Jau.

Casal teria ido até Dois Córregos para negociar figurinhas do álbum da Copa do Mundo.

Á frente dela, transitava um Corsa e em sentido contrário, um caminhão canavieiro.

Próximo a um acesso secundário, de acordo com informações preliminares da polícia,
o condutor do Corsa, teria reduzido a velocidade para convergir a direita e ingressar rumo ao
Núcleo Residencial Bosque dos Sonhos, valendo-se do acesso secundário.

Analice que vinha logo atrás do carro freou a moto.

Ao aplicar essa manobra, desequilibrou-se.

A moto “dançou” na pista, ao lado do caminhão canavieiro.

Sem direção, a moto tombou, arremessando a jovem sob as rodas do canavieiro. O marido que estava na garupa caiu do outro lado e foi socorrido por uma unidade do Samu à Sta. Casa de Jau.

Ela, infelizmente, teve morte instantânea.

O condutor da carreta seguiu viagem e não foi identificado.

Em conclusão, a Polícia Civil, já anunciou a abertura de um inquérito que vai apurar a dinâmica do acidente.

A página apurou que no início do ano, o sogro dela, Benedito Marineli, que tinha 44 anos, morreu em um acidente de transito.

E também, pilotava uma moto e se chocou com um carro conduzido por um homem que estava fugindo da polícia.

 

Vector News | Por Vaca Malhada

Sobre o autor | Website

Redatora, 23 anos, reside em Barra Bonita. Atuou em diversas áreas do Jornal Impresso, além de Produção de Vídeo, Gestora de Mídias Sociais e Colunista Social, posteriormente em Revista Local, hoje, Consultora em Marketing e Redatora na Vector News.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

2 Comentários

  1. Bigodon disse:

    Natasha, quero fazer uma crítica construtiva: em “foi esmagada pelo caminhão” esta palavra (esmagada) exerce uma semântica demasiada para nós leitores. Mais que isso, para as pessoas que eram próximas da vítima ao lerem essa publicação pode resultar num sentimento nebuloso e opaco, principalmente nessas horas em que eles devem estar mais sensíveis e, portanto menos tolerantes a algumas palavras… Se estiver lendo esta mensagem, tente editar ao menos essa palavra…